assemp@assempscs.com.br

Rua Guilherme Hackbart, 109 -Centro
96820-460 - Santa Cruz do Sul/RS

51 3715-6844

facebook.com/assempscs

Notícias

Ver todas as notícias Imprimir esta notícia

Diversidade e integração marcam o Festival Internacional de Música de Santa Cruz do Sul

Data:(10/03/2017) Fonte: Four Comunicação

Primeira edição acontece nos dias 17, 18 e 19 de março, no Ginásio Poliesportivo, Parque da Oktoberfest


 AssempA primeira edição do Festival Internacional de Música de Santa Cruz do Sul (FIM) inicia na próxima sexta-feira, 17 de março, às 19h30, no Ginásio Poliesportivo, Parque da Oktoberfest, com entrada gratuita. O evento, que se estende até o domingo, 19, vai reunir músicos, compositores e intérpretes com canções inéditas, das mais variadas regiões e estilos musicais. “Foram 20 músicas classificadas para esta edição do festival, que será marcado por muita música, diversidade, integração ritmos, sons e gêneros musicais. Esperamos que a comunidade prestigie mais um grande evento do nosso município”, destaca o gerente executivo da Associação de Entidades Empresariais de Santa Cruz do Sul (Assemp), Marcos Nobre.


O FIM é um projeto cultural com promoção e realização da Assemp, patrocínio da Philip Morris Brasil e financiamento do Sistema Pró-Cultura LIC-RS. Na sexta-feira, 17, a partir das 19h30, ocorre a Abertura com o show a cargo da Banda do 7º Batalhão de Infantaria Blindado (BIB) e a apresentação das 10 composições classificadas concorrentes na fase Regional - municípios pertencentes aos Vales do Rio Pardo e Taquari - com seleção de três para a disputa final no domingo. Neste mesmo dia, com intuito de contribuir com a Lei Nº13.278/2016, que inclui dentre outras expressões artísticas, a música no currículo escolar obrigatório, estará integrada ao evento, uma oficina de percepção musical na Escola Municipal de Ensino Fundamental Vidal de Negreiros, que ocorre entre 9 e 11 horas.


No sábado, 18, às 19h30, é a vez das 10 canções concorrentes na fase Nacional - municípios gaúchos que não estejam dentro dos limites territoriais dos Vales do Rio Pardo e Taquari e a todos os Estados da federação e Distrito Federal - com escolha de três para a final. A última disputa acontece no domingo, 19, a partir 19h30, entre as três melhores das fases anteriores (Regional e Nacional). O show de encerramento vai relembrar edições de festivais que movimentaram Santa Cruz do Sul na década de 80, com a presença dos músicos Victor Hugo, Veco Marques, Miguel Beckenkamp, Killy Freitas, entre outros. Logo após, haverá a premiação dos ganhadores. O FIM vai premiar os três primeiros lugares e nas categorias: Melhor Intérprete, Melhor Instrumentista, Melhor Arranjo e Músico Destaque. Os prêmios são em dinheiro e variam em até R$ 10 mil.


Os jurados são profissionais com nomes de relevância no cenário musical e com formação acadêmica em música. São eles: Leandro Schaefer, Sandra Mohr, Evelter Tudendi Corrêa e Abilio Piovesan. A Canção Mais Popular não será escolhida pelo júri técnico, mas, sim, por voto popular, junto ao público do evento, sem premiação em dinheiro. “Estamos com uma expectativa de receber um grande público nos três dias de Festival". Nosso objetivo é promover uma edição do festival a cada ano. Para esta serão confeccionados mil CD’s e mil DVD’s”, salienta.




Programação:


Sexta-feira - 17/03

9h - Início da Oficina de Percepção Musical

Local: Emef Vidal de Negreiros

19h30 - Abertura Oficial com o show da Banda do 7º BIB e apresentação das 10 composições classificadas concorrentes na fase Regional com seleção de três para disputa final

Composições classificadas:

1. Tchau - Samba Pagode composto por Geison Rafael Queiroz do Santos - Santa Cruz do Sul

2. Contrabandeando Milonga - Milonga composta por Chico Luiz e Luiz Carlos Ranoff -Santa Cruz do Sul

3. A Sua Verdade - POP composto por Gustavo Sehnem - Santa Cruz do Sul

4. Quando Você Chegar - POP Romântico composto por Leandro Ernesto da Silva - Passa Sete

5. A Queixa do Campo - Milonga composta por Gilmar Batista Josemar Dias e Tiago Souza - Vera Cruz

6. Olho de Vidro - POP Rock composto por Sandro da Silva Figueiredo - Santa Cruz do Sul

7. Viver na Sertão - gênero Popular composta por Miron Roney do Nascimento - Rio Pardo

8. Menina Colorida - POP Rock de Denis Job – Santa Cruz do Sul

9. A Casa Antiga - Milonga/Candombe de João Manuel Pereira Neto - Santa Cruz do Sul

10. Soldado da Paz - Reggae de Henrique Almentes da Silva - Santa Cruz do Sul


Sábado - 18/03

19h30 - Apresentação das 10 composições classificadas concorrentes na fase Nacional com seleção de três para disputa final


Composições classificadas:

1. Infância Maneada - gênero Canção composta por Diogo Matos - Santa Maria

2. No Escuro - Canção de Nicole Carrion - Santana do Livramento

3. Amélia - Canção composta por Volmir Coelho - Santana do Livramento

4. Meu Canto - Milonga composta por Fabiano Corrêa, Michel Plautz e Felipe Corrêa - Cachoeira do Sul

5. Palco - gênero Canção composta por Zola Duarte - Alegrete

6. Companheiros - Valsa composta por Rafael Oliboni e Chico Luiz - Minas do Leão

7. Anjo da Guarda - Pop Rock composta por Guilherme Noetzold Mendes (Gui Mendes) - Alegrete

8. Samba de Compromisso - Samba de Zé Rento Daudt - Porto Alegre

9. Imorredores Milonga (Nativista) composta por Fabiano Corrêa, Carlos Eduardo Nunes e Felipe Corrêa - Cachoeira de Sul

10. Numa Roda De Guitarra - Milonga composta por Chico Luiz, Francisco Antonio Luiz e Volmir Coelho - Minas do Leão




Domingo - 19/03

19h30 - Disputa entre as três melhores da fase Regional e fase Nacional

Logo após, show de encerramento e premiação.


Premiação:

1º Lugar fase final - R$10.000,00

2º Lugar fase final - R$ 5.000,00

3º Lugar fase final - R$ 3.000,00

Melhor Intérprete - R$ 1.500,00

Melhor Instrumentista - R$ 1.500.00

Melhor Arranjo - R$ 1.500,00

Músico Destaque - R$ 1.500,00